:Senadora e pré-candidata ao Governo critica projeto que aumenta capital social da Sanepar

Senadora e pré-candidata ao Governo critica projeto que aumenta capital social da Sanepar - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


Senadora e pré-candidata ao Governo critica projeto que aumenta capital social da Sanepar

A senadora e pré-candidata ao governo do Estado, Gleisi Hoffmann (PT), criticou o projeto do governo do Paraná que pretende aumentar o capital social da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) de R$ 2,6 bilhões para R$ 4 bilhões, lançando ações no mercado. "Quando falamos de água que é um bem comum não podemos falar em privatização, ou seja, o estado tem que ser soberano para tratar daquilo que é fundamental à vida". A entrevista foi feita na manhã desta quarta-feira (19) durante o Jornal da Banda B 1ª Edição ao jornalista Adilson Arantes.

A votação acontece hoje na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) em regime de comissão geral. Gleisi disse que os políticos paranaenses precisam proteger o patrimônio do Paraná. "Eu vejo com muita preocupação esse aumento de capital porque não se sabe se está servindo como aporte para fortalecer a empresa ou se está acontecendo como uma operação de crédito para que a empresa possa ter suas ações vendidas ao setor privado, e isso com certeza terá posição majoritária".

O projeto prevê alterações no regimento da companhia para que ela ingresse no Nível 2 de governança da Bovespa, o que permitiria que empresa negociasse ações na Bolsa de Nova York.

Medicina

A senadora Gleisi também comemorou a abertura de cem vagas para o curso de Medicina na Faculdades Pequeno Princípe, anunciada essa semana. "Começamos a tornar realidade o compromisso da presidenta em aumentar as vagas dos cursos de Medicina em todo Brasil". Segundo ela, até 2015 o Governo Federal pretende abrir 11 mil vagas em diversas universidades. No Paraná serão abertas 500 vagas para cursos de Medicina. "Cem, então, foram abertas e a Faculdades Pequeno Príncipe já pode dar início ao processo de vestibular com esses novos números", finalizou a senadora. Outras 400 vagas serão abertas vagas em escolas particulares nas cidades de Campo Mourão, Pato Branco, Guarapuava e Umuarama.

Conforme a Portaria nº 170, de 13 de março de 2014, apenas duas instituições de ensino no Brasil tiveram suas graduações na área médica autorizadas – a outra foi o Centro Universitário Cesmac, em Maceió.

A previsão é de que sejam ofertadas 50 vagas para o curso no segundo semestre de 2014. Para 2015 deverão ser duas turmas, com 50 alunos cada, uma no primeiro e outra no segundo semestre letivo. Ao todo, serão 100 vagas, o total liberado pelo Ministério da Educação (MEC). A portaria com todas as informações sobre a nova graduação será divulgada em breve.

Visualizações 834
Fonte: Banda B
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 19/03/2014 14h51min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014