:Empresário denuncia cobrança de propina e notas frias na prefeitura de Cornélio Procópio

Empresário denuncia cobrança de propina e notas frias na prefeitura de Cornélio Procópio - Cornelio Digital.com - O Portal da Família


Empresário denuncia cobrança de propina e notas frias na prefeitura de Cornélio Procópio

Proprietário de gráfica, revela que foi envolvido em um verdadeiro golpe por membros do executivo municipal. O comerciante alega prejuízo de quase R$ 200 mil.

Autoridades de Cornélio Procópio receberam nova denúncia no final desta semana sobre irregularidades com o dinheiro público do contribuinte procopense. Desta vez, as informações vieram de um comerciante, proprietário de uma gráfica localizada no centro da cidade.

O empresário fez um relato que complica de vez a situação de um diretor e dois secretários da prefeitura de Cornélio Procópio.

De acordo com nossa fonte, os denunciados cobravam dinheiro do proprietário da gráfica, para que sua empresa vencesse processos licitatórios. O empresário, chegou a revelar os locais onde a propina era repassada ao assessor do prefeito. "As vezes era no posto ao lado da prefeitura, as vezes saíamos de carro para que eu entregasse o dinheiro".

Informações dão conta que, além das propinas, um dos secretários envolvidos recebeu ajuda em material de construção aplicado na sua própria casa. A propina paga para a equipe do prefeito, tinha como natureza facilitar negócios da gráfica com a prefeitura.

As acusações aconteceram, depois que o proprietário do estabelecimento, percebeu que não receberia pelo trabalho realizado. Segundo as acusações, houve ocasião em que, notas de panfletos para campanha contra a dengue foram lançadas, sem que qualquer material fosse impresso.

Diante da prática perniciosa de fazer acertos de serviços prestados para a prefeitura, com notas frias, o empresário não conseguiu reaver seu investimento. Ele alegou, munido de documentos, um prejuízo de quase R$ 200 mil.

O novo escândalo joga a enfraquecida política procopense "ladeira a abaixo". A situação coincide com a véspera da reunião ordinária dos vereadores desta terça feira(20), onde será feita a leitura em público, do relatório da Comissão Especial de Inquérito,(C.E.I. do Isopor) em plenário aberto na Câmara municipal .

Pedimos paciência aos nossos leitores, pois em breve, com a anuência das autoridades que receberam as denúncias, divulgaremos os nomes dos envolvidos.


Propina: gratificação extra por serviço normal prestado a alguém; gorjeta, emolumento, quantia que se oferece ou paga a alguém para induzi-lo a praticar atos ilícitos; suborno.

Notas frias: Nota fiscal adulterada ou formalmente autêntica mas não condizente com os reais serviços prestados ou bens vendidos, emitida para burlar terceiros ou o fisco.

Corrupção: deterioração, decomposição física de algo; putrefação, modificação, adulteração das características originais de algo.

Visualizações 2033
Fonte: Odair Matias
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 19/10/2015 12h50min

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014